MEU CARRINHO

*Válido para pedidos com valor final acima de R$279

Ícone do carrinho

Nenhum item no carrinho.

Carmenère: entenda tudo sobre a uva que ressuscitou

Carmenère: entenda tudo sobre a uva que ressuscitou

Fabenne - 06/02/2023

Carmenère: entenda tudo sobre a uva que ressuscitou

E aí, ragazzi! Como vocês estão? A Nonna espera que estejam todos muito bem e com saúde! Fala sério: fazia tempo que vocês não viam uma frase de avó por aqui, né?

Mas agora vamos ao que interessa: quem aí estava com saudades de aprender mais sobre o incrível mundo das uvas? A escolhida para hoje foi ela, a verdadeira fênix do parreiral, a Carmenère.

Quer saber por que ela é considerada como uma uva que ressuscitou e quais são as suas principais características? Então, você está no lugar certo! Buona lettura.

 

História da uva Carmenère

Resultado do cruzamento entre a uva Cabernet Franc e a Gros Cabernet, a Carmenère surgiu em Bordeaux, na França. E sabe por que ela é considerada como uma fênix? Porque por muito tempo ela foi considerada extinta pela filoxera, mas, contrariando quaisquer expectativas, ela sobreviveu. 

Desde o século XIX até 1994, ela passou sendo confundida com a Merlot.A confusão aconteceu exatamente pelas características semelhantes de ambas e, segundo pesquisadores, foi só depois de uma análise rigorosa das folhas da videira que a Carmenère foi identificada. 

Na verdade, se não fossem as barreiras naturais chilenas impedindo a proliferação da filoxera, é bem provável que a uva nem existisse mais atualmente. Que loucura, né?

 

Características da Uva Carmenère

Aos olhos, o vinho Carmenere oferece uma cor forte. Já ao paladar, os taninos são suaves com sabores intensos. Quanto mais apropriadas são as condições do vinhedo e cultivo, mais finos são os taninos que se desenvolvem. 

 

Seus aromas característicos são: frutas vermelhas como framboesa e cereja azeda. Dependendo do manejo no vinhedo e na adega, o Carmenere apresenta também certas notas vegetais, desde pimentão verde até o pimentão vermelho. Haja sabor!

 

Harmonização do Vinho Carmenère

Agora que você já sabe um pouco mais sobre as principais características da uva Carmenère, bem como o seu vinho, vamos entender também como funcionam os seus truques de harmonização.

Dica preciosa: sempre que tiver dúvida na harmonização de um Carmenère, aposte em pratos grelhados picantes ou defumados. Você não vai errar! Além disso, esse vinho também costuma combinar muito bem com pratos bem temperados com cebola, pimenta e alho.

 

Pratos que harmonizam com vinho Carmenère

Dicas de pratos que harmonizam com vinho Carmenère para não errar na hora de receber os amigos para aquele jantar especial? É claro que a Nonna tem. Dá uma olhadinha nessas receitas.

  • Espaguete à putanesca
  • Ensopados de legumes
  • Carnes assadas
  • Dahl de lentilhas
  • Frango tandoori
  • Preparos com molho chimichurri

Já fez alguma dessas receitas? Da próxima não esqueça de ter uma bela taça de carmenère para acompanhar, hein?

 

Já conhece os vinhos Fabenne?

Se você já acompanha a Nonna há algum tempo, certamente sabe que as dicas que ela traz aqui são pensadas com muito carinho para deixar o seu dia a dia ainda mais especial.

Por isso, ela não cansa de frisar o quanto você precisa conhecer os vinhos da Fabenne. Se você gosta de descomplicar o mundo dos vinhos, não acredita que exista ocasião mais especial do que estar vivo para comemorar, esses são os vinhos que mais combinam com a sua energia.

Na Fabenne você encontra bags super especiais, com 3 litros dos melhores vinhos da Serra Gaúcha. Isso mesmo, 3 litros para garantir que nenhuma taça fique vazia. Dê uma passadinha no site da Fabenne e escolha o seu bag preferido! A Nonna tem certeza que você não vai se arrepender. E ainda vai querer mais!

Fabenne usa cookies para personalizar a comunicação e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.