MEU CARRINHO

FALTAM PARA FRETE GRÁTIS! (*)

(*) Válido para: São Paulo, Rio de Janeiro Capital, Belo Horizonte e Curitiba.

Ícone do carrinho

Nenhum item no carrinho.

6 regras de ouro da harmonização de vinhos

6 regras de ouro da harmonização de vinhos

Fabenne - 11/08/2022

6 regras de ouro da harmonização de vinhos

E aí, ragazzi! Como vocês estão? Preparados para mais uma super aula da Nonna? Esperamos que sim, afinal, não é todo dia que se aprende as 6 regras de ouro da harmonização de vinhos, né?

Portanto, se você deseja aprender um pouco mais sobre como harmonizar os vinhos que você mais gosta com aquele cardápio perfeito, continue acompanhando e aprenda com o Blog da Nonna. Buona lettura!

 

  • Vinhos e pratos com o mesmo corpo 

Uma das principais regras da harmonização de vinhos é essa: harmonizar vinhos e pratos que possuam o mesmo corpo. Mas calma, a Nonna vai te explicar direitinho como isso funciona. Basicamente, trata-se de uma regra intuitiva de harmonização. 

 

Se você for servir um prato delicado como um peixe de água salgada, por exemplo, o vinho que harmonizará melhor será um de corpo leve, já que terá a mesma delicadeza do prato. Agora, no caso de uma feijoada, que possui um corpo muito mais “pesado”, o indicado é que seja acompanhado de um vinho com corpo parecido. 

 

  • Aposte nos vinhos com acidez pronunciada

Você com certeza já deve ter ouvido falar sobre os famosos “vinhos com acidez pronunciada”. Eles nada mais são do que vinhos capazes de harmonizar com pratos muito salgados, gordurosos, apimentados e condimentados. Isso porque ajudam a  minimizar a intensidade desses elementos, permitindo que os sabores mais sutis apareçam.

 

E, para te ajudar, aqui vão algumas dicas de vinhos com acidez pronunciada que podem funcionar como coringas na hora da harmonização:

  • Pinot Noir;
  • Barbera;
  • Sangiovese;
  • Carignan;
  • Cabernet Franc;
  • Tempranillo;
  • Malbec.

 

  • Pratos extremamente ácidos ou amargos? Vinhos com acidez pronunciada!

Os vinhos com acidez pronunciada são a melhor opção de harmonização para pratos ácidos ou amargos. Isso porque acontece um casamento perfeito entre a acidez da bebida e a do prato, fazendo com que os outros sabores possam se pronunciar livremente. 

 

E o mais importante: essa regra de harmonização serve tanto para pratos frios, como saladas de folhas verdes, vinagrete ou ostras com limão, quanto para pratos quentes, como macarronada, por exemplo.

 

  • Cuidado com sal e pimenta na hora de harmonizar

Se você ficou responsável por preparar os pratos do jantar ou almoço que servirá, tome muito cuidado na hora de dosar o sal e a pimenta. Além de poderem “contaminar” toda a comida, já que é praticamente impossível comer um prato excessivamente salgado ou apimentado, esses dois ingredientes ainda são responsáveis por ressaltar o teor alcoolico do vinho. 

 

Ou seja, o resultado dessa combinação é uma sensação muito maior da presença do álcool. Isso certamente desequilibrará o vinho e, consequentemente, a harmonização estará fadada ao fracasso. Portanto, com pratos excessivamente salgados ou apimentados, opte sempre por vinhos com baixo teor alcoólico.

 

  • Para pratos apimentados, prefira vinhos adocicados

Outra regra de harmonização muito importante e fácil de ser lembrada: sempre que for servir um prato mais apimentado, prefira harmonizá-lo com um vinho que tenha um teor de açúcar mais elevado.

 

Isso porque o açúcar presente no vinho vai ajudar a minimizar a presença da pimenta no prato, ajudando a evidenciar os outros sabores. Mas tome cuidado, pois pratos extremamente apimentados normalmente não combinam com vinhos.

 

  • O que harmonizar com vinhos amadeirados? 

Os vinhos amadeirados podem parecer complexos de serem harmonizados, mas basta seguir uma regrinha para que tudo se torne mais fácil: Vinhos mais complexos, com várias nuances de sabor, devem ser harmonizados com pratos também mais complexos.

 

Ou seja, sempre que for servir um prato que tenha uma complexidade de sabores maior, um bom vinho amadeirado pode ser uma boa opção para a harmonização. #FicaaDica. 



Os melhores vinhos você encontra na Fabenne!

E, agora que você já sabe um pouco mais sobre as 6 regras de ouro da harmonização de vinhos, que tal conferir as opções da Fabenne? Aqui você encontra vinho tinto, vinho branco e vinho rosé.

E o melhor: em bags de 3 litros que evitam o desperdício. Acesse nosso site e confira!

 

Fabenne usa cookies para personalizar a comunicação e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.