MEU CARRINHO

FALTAM PARA FRETE GRÁTIS! (*)

(*) Válido para: São Paulo, Rio de Janeiro Capital, Belo Horizonte e Curitiba.

Ícone do carrinho

Nenhum item no carrinho.

DICAS PARA ESCOLHER OS MELHORES VINHOS PARA O INVERNO

DICAS PARA ESCOLHER OS MELHORES VINHOS PARA O INVERNO

FABENNE - 20/06/2022

DICAS PARA ESCOLHER OS MELHORES VINHOS PARA O INVERNO

A gente sabe que o inverno ainda não chegou, mas o frio em compensação já veio com tudo nesse finalzinho de outono, né? E, se existe combinação melhor do que frio + vinho da Fabenne, a Nonna não conhece! 

Por isso, no post de hoje ela reuniu algumas dicas dos melhores vinhos para você tomar no inverno (no verão, outono, primavera... como preferir) e se manter aquecido durante os dias mais gelados do ano. Curioso (a) para saber qual o melhor vinho para o inverno? Então continue acompanhando as dicas da Nonna. Buona lettura!

 

APOSTE EM VINHOS MAIS ENCORPADOS

Vamos pela lógica: se dias mais quentes pedem vinhos mais leves, dias frios combinam com... os mais encorpados, é claro! O vinho tinto, por exemplo, pode ser uma ótima opção para os dias mais gelados, já que alguns rótulos contam com rótulos mais encorpados, ao passo que sua textura e volume também são mais densos.

E aqui fica a dica da Nonna: vinhos tintos mais encorpados (principalmente aqueles que são envelhecidos em barril) sempre harmonizam super bem com alimentos quentes e bem condimentados, como: sopas, caldos, entre outros.

 

VAMOS DE TINTO!

Você já deve ter percebido que a melhor opção de vinho para consumir no inverno é o tinto, né? Mas você sabia que existem tipos variados de Vinho Tinto? Isso mesmo, e a seguir a Nonna vai te explicar com um pouco mais de detalhes sobre cada um deles. Vamos lá!

 

VINHO TINTO: O VINHO DO INVERNO

Conhecido por ser naturalmente mais encorpado, o vinho tinto ganha os paladares principalmente durante dias mais frios. Mas diferente do que muitas pessoas acreditam, a densidade do vinho não tem muita influência sobre a sua qualidade. Para determinar o quanto um vinho tinto agrada ou não o seu paladar, é preciso levar em consideração também outros fatores.

  •  Corpo leve: aqui estamos falando de um vinho tinto com corpo delicado e super saboroso. Esse tipo de vinho costuma ser mais ácido e menos alcoólico, além do sabor intenso de frutas vermelhas.  Uvas que produzem vinhos tintos de corpo leve: Bonarda e Pinot Noir.

 

  •  Corpo médio: aqui está a maioria dos vinhos tintos! Com acidez moderada e sabor mais intenso, as principais uvas que produzem vinhos tintos de corpo médio são: Merlot e Cabernet Franc.

 

  •  Encorpado: intenso aroma de frutas negras e maior teor alcoólico caracterizam o tinto encorpado que normalmente é produzido a partir de uvas cultivadas em regiões de clima mais quente. Uvas que produzem vinhos encorpados: Tannat, Malbec e Cabernet Sauvignon.

 

NÃO ERRE NAS HARMONIZAÇÕES

Agora que você já sabe um pouco mais sobre os tipos de vinho tinto, bem como as uvas que são utilizadas para produzir cada tipo de corpo (leve, médio e encorpado), é hora de se atentar a outro ponto super importante: as harmonizações.

Assim como não é uma boa experiência consumir um vinho muito encorpado acompanhado de um prato muito condimentado durante um dia quente, o contrário também pode ser desastroso. 

E, como a Nonna sempre se preocupa com você, ela listou algumas dicas de harmonizações que combinam super bem com dias mais frios. Vamos conferir?

  •  Sopa de cebola: Quem é que não ama uma boa sopa de cebola? Ainda mais no inverno! E, se você não sabe com qual vinho harmonizar essa verdadeira iguaria, aqui fica a dica: um bom vinho tinto encorpado!

 

  • Moqueca de peixe: esse prato típico do litoral brasileiro, apesar de remeter ao calor das praias, também pode ser uma excelente opção para o inverno. E, para harmonizar com uma boa moqueca de peixe, nada como um bom Vinho Branco que consiga ‘competir’ com a intensidade de sabores do caldo.

 

  •  Strogonoff: esse prato russo que há anos caiu no paladar brasileiro funciona muito bem em qualquer estação do ano. Mas caso você opte por servi-lo durante dias mais frios, experimente harmonizá-lo com um vinho branco ou tinto com acidez moderada (necessária para ‘quebrar’ a gordura presente no molho).

 

  •  Ossobuco com polenta: tipicamente italiano (e do jeitinho que a Nonna gosta), o ossobuco com polenta não pode faltar no seu cardápio de inverno. Além de delicioso, a combinação desse prato com um bom vinho tinto encorpado pode deixar tudo ainda melhor.  Atenção: a acidez aqui também é super importante, ok?

 

  •  Fondue de queijo: se você passa pelo inverno sem se deliciar com um bom fondue de queijo, devemos dizer que está vivendo errado! Esse prato é super simples de fazer (e uma ótima opção para receber os amigos), e pode ser harmonizado com vinho branco.

 

FABENNE: VINHOS PARA O INVERNO

Agora que você já sabe um pouco mais sobre os melhores vinhos para o inverno, os tipos de vinho tinto e seus corpos, bem como as melhores harmonizações para os dias mais frios do ano, é hora de falarmos sobre a Fabenne.

Aqui você encontra as melhores opções de vinho tinto, branco e rosé. E o melhor: em bags de 3 litros que podem ser conservadas por até 30 dias (mesmo depois de abertas). Ainda não conhecia essa tecnologia? Acesse nosso site e faça agora mesmo seu pedido. 

Fabenne usa cookies para personalizar a comunicação e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.