MEU CARRINHO

FALTAM PARA FRETE GRÁTIS! (*)

(*) Válido para: São Paulo, Rio de Janeiro Capital, Belo Horizonte e Curitiba.

Ícone do carrinho

Nenhum item no carrinho.

DIFERENÇA ENTRE OS VINHOS SECO, MEIO SECO, DOCE E SUAVE

DIFERENÇA ENTRE OS VINHOS SECO, MEIO SECO, DOCE E SUAVE

FABENNE - 23/03/2022

DIFERENÇA ENTRE OS VINHOS SECO, MEIO SECO, DOCE E SUAVE

Ciao, ragazzi! Tudo bem por aí? Aqui na Fabenne sabemos o quanto esse mundo da enologia pode ser complicado para quem está iniciando sua jornada com os vinhos e que os inúmeros termos que envolvem a bebida podem gerar confusão na cabeça de vocês. Por isso, resolvemos descomplicar ainda mais sua relação com a bebida e explicar qual a principal diferença entre os vinho seco, meio seco, doce e suave.

 

No Brasil, o vinho é definido como seco, meio seco, doce ou suave pela quantidade de açúcar residual por litro de vinho. Já nos países europeus, os fatores que são levados em conta são a percepção da bebida na boca, o teor de açúcar e também o nível de acidez. 

 

A legislação brasileira define os vinhos como:

- Seco: com até 4g de açúcar/litro 

- Meio-seco: 4,1g/L até 25g/L

- Doce ou suave: acima de 25g/L

 

Essa categorização pode variar dependendo da legislação de cada país e por isso pode ser comum ver vinhos que aqui no Brasil são considerados meio-seco e na Itália como secos. 

 

Na Europa, são definidos da seguinte maneira:

- Seco: 0 a 4g de açúcar por litro ou maior que 9 g/L (dependendo da acidez) 

- Meio-seco: 4 a 12g de açúcar por litro ou 9 a 18 g/L (dependendo da acidez) 

- Meio-doce: 12 a 45g de açúcar por litro  ou 18 a 46g/L (dependendo da acidez) 

- Doce ou suave: acima de 45 g por litro

 

Os ragazzi aqui da Fabenne são do time vinho seco e vocês podem conhecer todos os nossos produtos através do nosso site.

 

Um bacio!

 

Fonte: Consolidação das Normas de Bebidas, Fermentados, Acéticos, Vinho e Derivados da Uva do Vinho