MEU CARRINHO

FALTAM PARA FRETE GRÁTIS! (*)

(*) Válido para: São Paulo, Rio de Janeiro Capital, Belo Horizonte e Curitiba.

Ícone do carrinho

Nenhum item no carrinho.

ANIVERSÁRIO DA FABENNE - PARTE I

ANIVERSÁRIO DA FABENNE - PARTE I

FABENNE - 09/09/2021

Nesse mês de setembro a Fabenne comemora seu aniversário de 4 anos! 4 anos que nós, da equipe Fabenne (e a Nonna, é claro) trabalhamos sem parar para oferecer a melhor experiência para vocês, nossos ragazzi do coração. E nada mais justo do que celebrar esse mês tão especial relembrando os momentos mais marcantes da história da marca. Faremos um sequência de posts aqui no Blog da Nonna e também em nosso Instagram para que você descubra, em detalhes, como foi a formação da nossa famiglia. 

Toda história tem seu início, e a nossa começou lá em 2017, em um almoço de família em que os netos da Nonna se questionaram algo, aparentemente, bem simples: “Por que no Brasil as pessoas não consomem mais vinho?”. Eles perceberam que o consumo da bebida aqui não era algo democrático e que muitos pensavam que “tomar vinho é coisa de gente com nariz em pé”. Mas também, como não pensar isso? Com tantos termos elaborados, características específicas de cada vinho e milhares de uvas diferentes, era difícil entender sobre esse mundo. 

Foi com essa reflexão que a Nonna e seus netos resolveram criar uma marca de vinho que estivesse no dia a dia do seu consumidor, sem cerimônia e sem frescuras e decidiram que iriam fazer de tudo para que a partir daquele momento todo brasileiro tivesse uma taça de vinho em casa. 

Muito bem, a ideia já estava pronta, a Nonna já tinha decidido que o nome seria “Fabenne” (que veio da expressão italiana “mangia che te fa bene”) e o formato Bag-in-Box foi escolhido, até porque, se a vontade era que a Fabenne estivesse todos os dias com o cliente, precisávamos de uma embalagem que permitisse isso. Agora só faltava o mais importante: qual vinho vamos lançar primeiro?

Os netos da Nonna entraram em uma longa discussão, cada um gostava de uma uva! Pensavam que o primeiro poderia ser um vinho branco, mas a Nonna, como sempre muito rápida e direta, disse “Se queremos ser democráticos, nossos vinhos também precisam ser”. Na hora não restaram dúvidas, o primeiro vinho seria o Cabernet Sauvignon, o mais consumido no mundo e que sem dúvida agradaria muitos paladares. 

Primeira embalagem do Fabenne Cabernet Sauvignon - 2017

Estava tudo decidido e agora só precisavam colocar em prática. E como nenhum negócio de sucesso começa sozinho, era necessário procurar uma boa vinícola. Acho que vocês já sabem o que vem por aí… Mas essa história vou contar para vocês em outro post! 

A história da Fabenne é longa e espero que vocês continuem acompanhando a gente e que se sintam cada vez mais parte da nossa famiglia!