MEU CARRINHO

FALTAM PARA FRETE GRÁTIS! (*)

(*) Válido para: São Paulo, Rio de Janeiro Capital, Belo Horizonte e Curitiba.

Ícone do carrinho

Nenhum item no carrinho.

DICAS DA NONNA: COMO HARMONIZAR O CHARDONNAY SELEÇÃO ESPECIAL

DICAS DA NONNA: COMO HARMONIZAR O CHARDONNAY SELEÇÃO ESPECIAL

NONNA - 29/07/2021

Ragazzi, tudo bem por aí? Como vocês bem sabem, eu sou uma grande apreciadora da culinária e também uma amante de vinhos! Não há nada que me deixe mais feliz do que unir as duas coisas e por isso defendo a ideia que uma boa harmonização entre vinho e a comida deixa a refeição ainda mais especial.

Fui bem romântica, não? Pois bem, deixando esse meu lado meloso um pouco de lado, hoje vou contar para vocês como faço para harmonizar o Fabenne Chardonnay Seleção Especial, um vinho leve e de grande frescor.

Harmonização do Chardonnay Seleção Especial

O Chardonnay é um vinho que permite diversas harmonizações e, grazie Dio, combiná-lo com queijo é uma delas!

Escolha um queijo macio ou até mesmo semi-duro, como queijos de leite de vaca, de búfalo e de cabra. Lá em casa, já virou rotina combinar uma boa taça de Chardonnay com o queijo minas frescal, o coalho ou até mesmo a ricota! Não que essa seja uma refeição para... me sustentar, precisaria de uma tábua cheia de queijos.  

Agora, se você entrou nessa moda de ser fitness, tenho uma ótima notícia: as saladas harmonizam muito bem com o vinho em questão. Mas attenzione ragazzi, o que vai garantir com que seu prato combine perfeitamente com o Chardonnay são os temperos que você irá escolher.

Tente evitar o vinagre e também molhos com mostarda, eles irão roubar o sabor da bebida e não é isso que queremos!

Outra dica é encher seu prato com folhas verdes e complementar com queijo parmesão, amêndoas, nozes ou avelãs. Te garanto que vai ficar delizioso.

Outra combinação perfeita que pode ser feita com o Chardonnay é harmonizá-lo com peixes e também frutos do mar! Uma opção é preparar uma boa bacalhoada ou, se você estiver inspirado, uma lagosta puxada na manteiga. Só de escrever já fiquei com fome. Acabando de escrever, vou correndo para a cozinha!

Chegamos nas massas, que definitivamente é o meu prato preferido. Dessa vez, vamos esquecer o tradicional molho de tomate. Por conta da sua acidez e adstringência o melhor é deixar ele para os vinhos tintos.

Com o Chardonnay, molhos cremosos, molho branco ou a base de queijo são a escolha certa.

Por fim, vamos falar de sobremesas! Não que eu esteja incentivando você a consumir açúcar, mas nesse caso, quanto mais doce for a sobremesa, melhor. A doçura irá combater a acidez do vinho, promovendo um perfeito equilíbrio.

Outra opção é escolher sobremesas com frutas. Para deixar tudo mais simples, pode ser até uma salada de frutas, onde as notas frutadas dessa sobremesa irão destacar as do vinho.

E, por mais que eu seja uma chocólatra de carteirinha, a combinação entre chocolate e Chardonnay não é bem vinda aqui!

Antes de me despedir, você está sentindo falta de algo, ragazzi? Não comentei sobre carnes vermelhas.

Aqui a carne vermelha não ganhará destaque e, assim como o molho de tomate e também o chocolate, iremos deixar para harmonizá-la com um vinho tinto. Nesse caso, pode apostar no nosso Cabernet Sauvignon, Cabernet Sauvignon Seleção Especial e Malbec Seleção Especial

Hoje eu me empolguei! Vou parar por aqui senão minha tendinite não vai aguentar. Não deixem de provar essas combinações, hein?

Bacio da Nonna!