MEU CARRINHO

FALTAM PARA FRETE GRÁTIS! (*)

(*) Válido para: São Paulo, Rio de Janeiro Capital, Belo Horizonte e Curitiba.

Ícone do carrinho

Nenhum item no carrinho.

RECEITA DA NONNA: POLENTA CREMOSA

RECEITA DA NONNA: POLENTA CREMOSA

NONNA - 28/06/2021

Oi bello, hoje vim passar mais uma das minhas famosas receitas! Hoje é dia de polenta e é uma ótima opção de acompanhamento, ainda mais com o frio de congelar as orelhas

Mas antes, que tal conhecer um pouco mais sobre as origens desse prato? Descobri que a polenta é uma comida típica das regiões norte e central da Itália e sua receita original pode ser feita com farinha de milho de várias texturas, mas a farinha fina, o fubá, é a mais indicada para um consistência cremosa e homogênea.

Polenta e sua origem milenar

A polenta tem origens ancestrais e sua história está ligada à evolução da civilização! Dá pra acreditar ragazzi, aposto que você nunca imaginou que uma polenta era tão importante assim! Babilônios, assírios e egípcios já preparavam alimentos cremosos à base de farinha de centeio e água. Os gregos usavam farinha de cevada e existiam infinitas variações que dependiam dos tipos de grãos e farinhas disponíveis em cada região ao redor do mundo.

Em muitas regiões do Brasil, a polenta é conhecida como angu.

Embora mantendo sua característica de comida rústica, a polenta hoje também é usada para pratos sofisticados e elaborados. E como eu não esqueço de ninguém, essa receita é uma boa opção para os celíacos, por não conter glúten.

Os segredos da Nonna para uma polenta perfeita

Uma polenta autêntica às vezes demora quase uma hora para ficar pronta, mas meus netos estão sempre por perto para ajudar e para lamber a colher de pau…Eu finjo não ver e deixo os bambini se divertirem.

Attenzione: a proporção correta entre água e farinha é muito importante para a preparação da polenta. Eu gosto de usar 1 parte de fubá para 4 de água quando quero uma polenta firme e 1 para 5 quando quer que ela fique mais cremosa.

Vamos usar a proporção de 1 para 4 na receita abaixo, com 2 xícaras de fubá para 8 xícaras de água.

  • Misture bem as 2 xícaras de fubá com 2 xícaras de água fria em uma tigela de vidro
  • Em uma panela, preferencialmente de fundo grosso, coloque para ferver as 6 xícaras de água restantes com uma colher (chá) de sal. Logo que a primeira fervura começar, abaixe o fogo e adicione lentamente a mistura de água e fubá da tigela, sempre mexendo com uma colher de pau para dissolver bem a farinha e não “encaroçar”
  • Sempre em fogo baixo, cozinhe mexendo sem parar e sempre na mesma direção. Duas colheres de sopa bem cheias de azeite ou de manteiga são bem vindas nesse momento!
  • Cozinhe por pelo menos 30 minutos, sem parar de mexer, isso é fundamental!
  • O tempo total de cozimento depende da textura do fubá e da cremosidade desejada. Um bom indicador é que a polenta solte bem do fundo e das paredes da panela.
  • Servida com molho a bolonhesa e acompanhada de uma taça de Fabenne Cabernet Sauvignon a festa fica completa!

Bacio da Nonna!

A receita é da Nonna, mas para contar essa história ela se inspirou aqui.