MEU CARRINHO

FALTAM PARA FRETE GRÁTIS! (*)

(*) Válido para: São Paulo, Rio de Janeiro Capital, Belo Horizonte e Curitiba.

Ícone do carrinho

Nenhum item no carrinho.

DICAS DA NONNA: COMO HARMONIZAR QUEIJOS E VINHOS

DICAS DA NONNA: COMO HARMONIZAR QUEIJOS E VINHOS

NONNA - 28/06/2021

Fala bello, como você está? Esses dias fui jantar e fiquei morrendo de vontade de comer um bom pedaço de queijo e, como vocês já sabem, adoro embalar minhas refeições com uma boa taça de vinho Fabenne. Foi desse meu jantar (não vou mentir, comi muito mais do que um pedaço de queijo apenas) que resolvi passar aqui e dar algumas dicas para vocês, meus ragazzi do coração, de como harmonizar os meus queijos favoritos com vinho

  • Se você for fã do queijo Brie, Camembert e queijos de massa mole, cremosos e de sabor delicado, opte por vinhos delicados, brancos secos, com notas frutadas, florais e herbáceas, frescos na acidez - perfeito com o nosso Moscato Giallo e o nosso Rosé
  • Agora se você gostar de Gorgonzola, Roquefort, e queijos azuis em geral - sendo sincera, não me agrada, mas quem sou eu para julgar suas escolhas não é mesmo? - eles combinam perfeitamente com vinhos tintos, e você pode escolher entre o nosso Malbec e o nosso Cabernet Sauvignon Seleção Especial
  • Caciocavallo - isso lá é nome para um queijo? Eu definitivamente teria feito outra escolha -  Provolone, Pecorino e queijos crus, duros e semiduros harmonizam com os vinhos brancos macios e também com os tintos jovens e frutados, nosso Moscato Giallo e nosso Cabernet Sauvignon são ótimas opções
  • Gruyere, Emmental e queijos cozidos / semi cozidos podem ser uma ótima escolha para caminhar lado a lado de vinhos tintos com bom corpo, mas não necessariamente envelhecidos, nesse caso nosso Cabernet Sauvignon Seleção Especial é a melhor escolha
  • Grana Padano, Parmigiano Reggiano e queijos envelhecidos bem curados são bons parceiros dos vinhos tintos encorpados e de sabor intenso, experimente com o nosso Malbec Seleção Especial

Mas pra nenhum ragazzi me acusar de não valorizar os queijos do Brasil - é até capaz que tirem meu título da Nonna mais amada do país - também irei falar com quais vinhos nossos queijos tipicamente brasileiros melhor harmonizam:

  • Queijo Coalho, típico da região nordeste, é um dos meus queijos preferidos e por ser pouco salgado, posso consumir sem medo de ter um pico alto de pressão - a idade chega e a gente tem que se preocupar com cada coisa… - Esse queijo é consumido geralmente grelhado ou assado e é um bom parceiro dos brancos leves, frutados e frescos perfeito com o nosso Moscato Giallo, nosso Chardonnay Seleção Especial e até com o nosso Rosé
  • Já o Queijo Manteiga, também conhecido como Requeijão do Norte, é um queijo de massa cozida e muito comum na região norte/nordeste. E vocês sabiam que a adição de manteiga na etapa final de preparação faz com que o queijo adquira uma textura macia, cremosa e com alto teor de gordura? Eu também não e descobri que é por causa dessas características que sua conservação é possível em longos períodos de seca. Uma boa pedida para eles são os vinhos brancos com boa acidez e aroma intenso. Com certeza o nosso Chardonnay Seleção Especial vai combinar com esse queijo
  • Queijo da Serra da Canastra (MG), provavelmente o mais famoso queijo brasileiros e um dos que não pode faltar aqui em casa. Seu consumo ideal se dá após pelo menos três semanas de cura que lhe conferem sabor e texturas típicos, ou seja, consistência firme, acidez, picância e um sabor salgado na medida certa. Essas características fazem do queijo da canastra um bom parceiro para os tintos intensos com bom teor de taninos, e você pode escolher entre o nosso Malbec e o nosso Cabernet Sauvignon Seleção Especial

Só de escrever aqui me deu fome, vou ter que  repetir esse  jantar de queijos e vinho hoje mesmo! 

Bacio da Nonna!